Sedução

Elas driblaram o preconceito para namorar homens mais jovens

Garotas que procura homem 17832

O amor aqui estaria longe dos padrões da sociedade, mas sem confundir fidelidade com promiscuidade. Mas imagine amar tanto uma pessoa a ponto de querer que ela viva outras paixões, conheça novas pessoas e depois volte para os seus braços na certeza de que ninguém é mais importante para ela do que você. E isso é ótimo, é o que nos faz sentir aquele delicioso friozinho na barriga. As vezes eu acho q sou meio anarquista quanto ao amor. Eu comecei um relacionamento que parecia ser um conto de fadas. Com o passar do tempo, houveram traicoes da minha parte e da outra pessoa, eu decidi dar um basta nessa aventura e ficar com a pessoa que eu amo. Hoje, vivemos em crise, muitas agressoes fisicas, traicoes da parte desta pessoa, e eu nao consigo ficar sem ela, aceito muita coisa pra nao perder esse amor que infelizmente so me faz sofrer a cada instante. Resumindo, nao fiquem a tres, nao tenham relacionamento aberto, sempre vai haver uma profunda tristeza na vida de quem promove essa atividade, e eu sei bem do que estou falando.

Navegação de Post

Durante algum tempo, as mulheres mais velhas que namoravam, ficavam ou casavam-se com homens mais jovens foram vistas com preconceito. A advogada paulistana Miriam Souza, 37 anos, é uma dessas mulheres. O namorado dela, Paollo, tem 29 anos.

Notícias relacionadas

Quem usa aplicativos tradicionais de relacionamento, tais como Tinder e o Happn, sabe que uma parte dos perfis é de pessoas comprometidas em busca de saídas casuais. No Brasil, um dos serviços mais famosos se chama Ashley Madison. Apesar da origem norte-americana, de acordo com informações divulgadas pela estabelecimento, o Brasil é o país que mais utiliza os serviços para as puladas de cerca. No site ou aplicativo, é possível criar o cadastro gratuitamente.

Purrfectladies.com more homem pra um relacionamento sério pra toda vida

No entanto, algumas mulheres só procuram homens casados e comprometidos. Um estudo publicado no Jornal de Psicologia Social Experimental também comprovou a existência dessa tendência. Confira outras três justificativas para esse comportamento:. Muitas vezes têm histórico de relacionamentos abusivos, em que eram maltratadas, e como mecanismo de defesa buscam relações sem compromisso e fadadas ao fracasso para evitarem se machucarem recente. Vício em sexo Envolver-se com homens casados é algo que mulheres viciadas em sexo normalmente querem parar de fazer, porém isso é quase insuportável sem a ajuda de um terapeuta. Porém, esse comportamento geralmente é um reflexo do medo de abandono ou de compromisso.

Leave a Reply

Your email address will not be published.